A CINTURA BAIXA, O MUNDO POP E A CONSTRUÇÃO DE IMAGEM.

April 5, 2016

  

 

 

Controversa no mundo das tendências, sendo hora a queridinha da vez, como nos anos 90, hora completamente abduzida e substituída pelo seu oposto, a cintura baixa pode ser uma incrível aliada atemporal para certas formas de corpo, é perfeita para passar uma imagem mais irreverente e descontraída e embora ela não seja proibida para ninguém, cai como uma luva para equilibrar mais de um biotipo.

 

 

 

SEXY, IRREVERENTE E PROVOCATIVA!

 


Muitos artistas, como o Mick Jagger, abusam de visuais extremamente sensuais, cheios de personalidade e presença. A cintura baixa é um grande aliado para conseguir esse visual tão característico de vários Popstars e Rockstars. Ela traz um grande destaque para a parte superior do corpo, principalmente em figuras magras como o vocalista dos Rolling Stones, que ostenta essa imagem de rebeldia, fora do "socialmente aceito" e com muita personalidade. A escolha por esse tipo de vestimenta reforça essa atitude, acrescenta uma boa dose de sex appeal, valorizando a figura esguia de homens e mulheres que pretendem passar essa mensagem, sexy e rebelde ao mesmo tempo.

 

 

EQUILÍBRIO, HARMONIA E PROPORÇÃO.

 

Em contraponto a figura sexy e exótica de muitos artistas, temos a cintura baixa no dia dia, trazendo beleza e equilibrio a corpos muito altos, muito magros e de troncos curtos contrastando com braços e pernas longos.

Nessa aplicação o modelo auxilia na crianção de uma ilusão de tronco longo, proporcionando a sensação de equilibrio e proporção, o que muda completamente a mensagem visual que essa pessoa passa ao mundo.


Como no exemplo da foto, onde temos a modelo e apresentadora Ana Hickman, uma das mulheres mais altas que circulam na mídia brasileira, com 185cm de altura, ela possui longas pernas, que inclusive são seu cartão de visitas no mundo da moda, porém um tronco mais curto, o qual ela faz questão de equilibrar, sempre com calças e saias de cintura baixa e cores constratantes, que também auxiliam na criação desse "corte" na estatura, criando um visual harmonioso.

 

 

Mas, como tuda na moda é questão de estilo, o mais importante é adaptar a imagem que você quer passar para o mundo. Calças de cintura alta ou looks monocromáticos não são proibidos para pessoas altas, eles apenas passam a  impressão de uma imagem ainda maior, mais imponente, isso pode ser observado em homens altos de roupas escuras, como o exemplo do Barack Obama acima, que tem 185cm de altura, e uma figura sempre de muito destaque, mas que usando cores mais contrastantes entre as peças consegue "quebrar" um pouco essa rigidez, uma calça clara de cintura pouco mais baixa, uma camiseta colorida, desempenham muito bem esse papel.

 

 

 

Looks monocromáticos e de cintura alta, por sua vez, harmonizam corpos e gordos, alongando e afinando a silhueta, se essa for, por sua vez, a mensagem desejada. Como temos o exemplo da modelo Plus Size Fulvia Lacerda, que dos seus 172cm de altura, transita perfeitamente entre os looks monocromáticos, afinando a silhueta, ao look de cintura alta e contraste, definindo as curvas, para pessoas mais curvilíneas, a cintura baixa deixa de ser uma boa opção na hora de criar harmonia pois não valoriza as belas formas que corpos maiores podem proporcionar, sendo sempre uma melhor escolha cintura alta com ou sem contraste de cor.

 

 

 

 

Esse contraste de cor, aliado a cintura baixa, ajuda tambem a mudar a imagem corporal de mulheres com a cintura mais próxima dos seios e não tão centralizada, tanto usados juntos como separadamente, esses elementos ajudam a criar uma ilusão de centro diferente, como se trouxesse essa cintura alta lá para baixo, deixando tambem o corpo mais harmonioso.

 

 

 

(Todas as imagens foram retiradas do google imagens e não tem vinculo intelectual com esse blog)

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload